Paulo Ricardo "censura nunca mais".

 Paulo Ricardo diz que já foi processado por Paulo Maluf e não tolerará censura.

O presidente Jair Bolsonaro acusou o festival Lollapalooza de realizar propaganda eleitoral devido às manifestações políticas de Pabllo Vittar e da cantora galesa Marina. Esse movimento foi visto como censura por diversos músicos, incluindo o compositor Paulo Ricardo.

O músico utilizou suas redes sociais para publicar uma imagem com os dizeres "Cala a boca já morreu – Contra a censura – Pela liberdade de expressão - #Lollalivre". No texto que acompanha o post, o músico disse que não vai tolerar mais a censura.

"Censura nunca mais! Tivemos a música ‘Revoluções por Minuto’ censurada na Nova República, quando teoricamente já não havia mais ditadura militar, e é uma sensação muito ruim. Fui processado por Paulo Maluf por simplesmente citar seu nome na releitura de ‘Alvorada Voraz’ em 2002 e ele perdeu a ação. Não vamos permitir retrocesso, arbitrariedades e nem permitir que nos impeçam, não só a nós, artistas, de nos manifestar, mas também a vocês! Independente do seu candidato, partido, ideologia, censura nunca mais!", disse Paulo Ricardo.


Fonte: https://whiplash.net/materias/news_721/340302-pauloricardo.html

0 Comentarios

Paulo Ricardo

A um passo da eternidade